Brasileiro conquista título inédito no Mundial de Judô

O catarinense João Vitor Silva Ferreira se tornou o primeiro atleta do país a levar o título da categoria, na competição, depois de passar por seis adversários.
Ferreira é o primeiro brasileiro campeão Mundial de Judô para pessoas com deficiência intelectual.

O feito inédito aconteceu neste domingo, 22 de outubro, em Colônia, na Alemanha.
Chancelada pela Federação Internacional de Judô (FIJ), a competição contou com a participação de 110 judocas de 13 países diferentes, e o catarinense enfrentou seis adversários para conquistar o título mundial.
“Essa conquista é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido no Brasil há alguns anos, através do professor Ricardo Lúcio, que oportunizou ao João participar de campeonatos nacionais e internacionais (Itália e Holanda). Isso deu uma boa bagagem e experiência pra lutar em uma competição tão forte, como foi esse Campeonato Mundial. Esperamos que esse resultado sirva de incentivo a novos judocas, e que instituições públicas e privadas comecem a investir neste segmento, que vem dando ótimos resultados ao Judô Brasileiro”, comemorou o técnico e pai de João Vitor, Giovani Ferreira.
Em sua primeira luta, João enfrentou um dos donos da casa – o alemão Florian Linsner – e venceu por ippon. Passou por mais quatro lutas, até alcançar a grande final contra o belga Kristof Meeus.
Logo no início da luta final, João encaixou um contra golpe, derrubou o adversário e conseguiu um wazari.
O belga, que, até então, não tinha sido derrubado por ninguém, ficou abalado, e o brasileiro cresceu na luta; impôs sua forte pegada e conseguiu derrubar o fortíssimo adversário, por ippon, garantindo a medalha de ouro.

 

A a delegação brasileira foi composta pelo atleta João Vitor Ferreira; o pai e técnico, Giovani Ferreira, e o chefe da delegação e coordenador nacional do movimento Judô Para Todos Brasil, Ricardo Lucio Gomes de Oliveira.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*